Torcedor ferido continua internado em estado gravíssimo

Um torcedor de 19 anos continuava internado em estado considerado gravíssimo na noite desta segunda-feira, 26, de acordo com o Hospital São Camilo. O jovem, que não teve identidade revelada, está na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da unidade de Pompeia, na zona oeste de São Paulo.

ÍTALO REIS, Agência Estado

26 Março 2012 | 21h04

Segundo boletim assinado pelo médico Jair Cremonin Júnior, diretor do São Camilo, o rapaz sofreu um grave traumatismo cranioencefálico e passou por uma neurocirurgia para drenagem de um hematoma. Ele respira com auxilio de aparelhos e está sob efeito de medicamentos por causa da instabilidade hemodinâmica (ritmo cardíaco).

A morte do jovem chegou a ser dada por colegas no fórum de torcedores Mancha Verde, mas o hospital desmentiu a informação. Ele foi identificado como Vinicius "Zulu" pelos torcedores.

O jovem foi internado no domingo à tarde após um confronto entre cerca de 500 torcedores na Avenida Inajar de Souza, na Freguesia do Ó, zona norte paulistana. Na ocasião, torcedor palmeirense André Alves, o "Lezo", de 21 anos, morreu após ser baleado na cabeça.

Outros cinco torcedores foram internados após a confusão e três receberam alta. Nesta segunda-feira, Gabriel Carlos, de 23 anos, passava por um procedimento cirúrgico no Hospital Dante Pazzanese, após ter sido transferido do Hospital do Mandaqui, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. Já um outro rapaz seguia internado no Hospital Cruz Azul, no Cambuci. Ele teve traumatismo craniano, fratura nas mãos e na coxa. Ele estava consciente e passava bem, de acordo com boletim médico.

Mais conteúdo sobre:
violência futebol enterro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.