Torta do vira-e-mexe

Sempre fui fã de tarte tatin, a sobremesa francesa "de ponta-cabeça" que combina maçãs supercaramelizadas com uma crosta fina, muitas vezes de massa folhada. Tenho também uma queda por sua prima americana, mais simples, a torta igualmente "virada" que tem a base de bolo. Veja também:  Receita de tatin de pera  Mark Bittman prepara a tatin de pera (dublado)  Mark Bittman prepara a tatin de pera (em inglês) Quando eu era criança, tortas viradas eram feitas de abacaxi, normalmente em lata. Evocando essa lembrança, quis criar alguma coisa parecida, mas um pouco mais "da estação" e sofisticada. Pensei numa tatin de pera. Os principiantes talvez não saibam, mas uma torta tatin começa com a fruta por baixo e a massa por cima. Quando está assada, vira-se a torta para a fruta ficar em cima. O segredo é usar bastante manteiga, açúcar e, para caramelizar as peras, maple syrup. Caramelizadas, as peras devem ficar com uma cor entre o dourado e a cor de mogno. As fatias de pera vão flutuar um pouco quando você as puser na calda quente na panela. Arrume-as em círculo, e não se aflija: elas vão se acomodar bem quando estiverem cozidas. Dependendo da pera e do estágio de amadurecimento, pode sobrar calda quando a tatin estiver cozida. Sem problema. Só tome cuidado para não se queimar ao virá-la. Então jogue essa calda sobre a torta, para que fique macia, doce e com liga.

Mark Bittman, O Minimalista, do The New York Times,

12 Novembro 2009 | 12h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.