Trabalhadores da Sabesp decidem terminar greve

Os trabalhadores da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) decidiram terminar a greve e aceitar a proposta da empresa. Com isso, a categoria terá reajuste salarial de 6,39%, com aumento de real de 1,51%. A garantia no emprego de 98% do efetivo também foi acordada, assim como o reajuste na gratificação de férias que passa de R$ 1.002,65 para R$ 1.153,05.

CAROLINA SPILLARI, Agência Estado

01 Junho 2011 | 20h13

A cesta básica terá reajuste de 10,61%, o vale-refeição será reajustado em 10,07% e auxílio-creche terá acréscimo de 10%. Também foi mantido o reajuste de 6,39% no adicional para dirigir veículos. A licença maternidade foi ampliada de 120 para 180 dias.

Mais conteúdo sobre:
greveSabesptérmino

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.