Trabalhadores de SP interditam ruas da cidade

Ao som de música eletrônica e rap, vindos de dois carros de som, cerca de 30 motoboys se concentravam em frente ao sindicato da categoria, na Rua Doutor Eurico Rangel, acesso da Avenida Bandeirantes para a Avenida Vereador José Diniz, no Brooklin, zona sul, por volta das 9h. Os sindicalistas esperam sair do local em direção à Avenida Paulista, às 10h.

CLARICE CUDISCHEVITCH E TIAGO DANTAS, Agência Estado

11 de julho de 2013 | 09h48

No caminho, o trânsito da Avenida 23 de Maio deve ser afetado no sentido centro. O presidente do SindimotoSP, Gilberto Almeida dos Santos, o Gil, espera a presença de mais de mil trabalhadores. A categoria reivindica, entre outras coisas, criação de motofaixas e bolsões de estacionamento, mudanças na multa por viseira levantada e adicional de periculosidade.

Na zona oeste, trabalhadores da região ocupam a Ponte do Piqueri. Costureiras e funcionários dos setores têxtil e de alimentação ocupam a Avenida Celso Garcia, na zona leste, de acordo com representantes da Força Sindical.

Tudo o que sabemos sobre:
protestosSPtrânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.