Trabalhadores encerram greve no porto de Santos

As operações de carga e descarga foram retomadas nesta quinta-feira no porto de Santos, o maior porto brasileiro, disseram autoridades portuárias e um sindicato de trabalhadores.

REUTERS

31 Maio 2012 | 11h58

A situação volta ao normal após os estivadores encerrarem uma paralisação de um dia em protesto contra mudanças nas regras limitando o número de turnos nos quais eles podem trabalhar.

A greve retardou o carregamento de navios contêiners e sólidos, mas não dos granéis líquidos. A paralisação foi de curta duração, com cerca de metade dos navios atracados retomando carregamento na noite de quarta-feira, disse o porto.

A assessoria de imprensa do porto disse nesta quinta-feira que o clima chuvoso se tornou o principal impedimento para o carregamento de produtos a granel, como açúcar e soja, que são colocados nos navios e dependem do tempo seco para evitar o estrago das cargas.

(Reportagem de Peter Murphy)

Mais conteúdo sobre:
COMMODS GREVE SANTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.