Trabalhadores portuários cancelam greve prevista para dia 19

Sindicalistas suspenderam a greve nos portos brasileiros prevista para o dia 19, no que seria mais um protesto contra as mudanças no modelo de concessão de terminais previsto na chamada Medida Provisória dos Portos.

Reuters

14 de março de 2013 | 12h26

Os trabalhadores portuários e representantes do governo federal vão se reunir na próxima terça-feira para negociar, informou a Força Sindical.

"Diante da possibilidade de acordo, os dirigentes sindicais resolveram não realizar a greve indicada para esta data... Se as negociações não evoluírem, vamos fazer uma greve de um dia no próximo dia 26", disse o presidente da entidade, deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), em nota.

A reunião no dia 19, em Brasília, reunirá entidades sindicais, o deputado José Guimarães (PT-CE), presidente da Comissão Mista do Congresso que analisa a MP 595, o relator da MP, senador Eduardo Braga (PMDB-AM) e o ministro Leônidas Cristino, da Secretaria dos Portos.

O governo e os trabalhadores portuários haviam fechado um acordo suspendendo as manifestações nos portos até 15 de março

Os trabalhadores realizaram no dia 22 de fevereiro uma paralisação de seis horas e interromperam os embarques de soja, milho, açúcar e outras mercadorias nos principais terminais brasileiros.

Os sindicalistas afirmam que as mudanças feitas através da MP 595 enfraquecem os direitos da categoria.

(Por Gustavo Bonato)

Tudo o que sabemos sobre:
PORTOSGREVECANCELA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.