Traficante de armas que abastecia favelas do RJ é preso

Um dos principais traficantes de armas das favelas cariocas foi preso no domingo, segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro. Antonio Jorge Gonçalves dos Santos, conhecido como Tony, estava dentro de um Shopping na cidade de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. A polícia chegou até o criminoso, que morava na cidade de Caldas Novas com a família, após prender, na favela do Beltrão, em Niterói, Tatiana Azevedo Maciel e Paulo Roberto Aquino Junior. Eles eram os responsáveis pelo dinheiro das vendas das armas.

AE, Agencia Estado

09 Julho 2009 | 16h57

Segundo a Polícia Civil, Tony estava sendo investigado há cerca de dois anos. Para despistar a polícia, o traficante enviava fuzis, metralhadoras, granadas e pistolas dentro de caminhões com cargas variadas. O criminoso negociava armas do exército boliviano e trazia para o Brasil, tendo como destino final favelas do Rio de Janeiro, principalmente o Complexo do Alemão. Só no mês de junho, Tony trouxe para o estado 39 fuzis. Uma metralhadora chegava a custar cerca de 30 mil reais.

Mais conteúdo sobre:
tráfico armas RJ prisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.