Traficantes atiram em cabine da PM no Rio e ferem três

Funcionários de pastelaria na Penha foram atigindos no confronto; um deles está internado em estado grave

Clarissa Thomé, de O Estado de S. Paulo,

23 Fevereiro 2008 | 12h14

Três funcionários de uma pastelaria foram baleados na manhã deste sábado, 23, durante um tiroteio entre traficantes e a polícia militar no bairro da Penha, zona norte do Rio. O grupo composto por quatro criminosos estavam armados com fuzis e dispararam contra uma cabine da PM. Antes deste confronto, os traficantes alvejaram um carro do 16º Batalhão da PM (Olaria). Nenhum policial ficou ferido.Marinaldo da Silva Bento, de 33 anos, Raimundo Renato Duarte, de 26, e Leonardo Nascimento da Silva, de 22, aguardavam a pastelaria abrir, no Largo da Penha, quando foram surpreendidos pelos tiros. Bento foi atingido no abdômen e está em estado grave. Duarte e Silva ficaram feridos de raspão no pé. Eles foram levados para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, mas somente Bento permanece internado. O ataque está sendo investigado pela 22ª Delegacia de Polícia (Penha). Os policiais que estavam no carro disseram que passavam sobre o Viaduto Cosme e Damião, quando os criminosos emparelharam com o veículo e dispararam. Eles reagiram, mas o grupo conseguiu escapar. Mais à frente, os criminosos dispararam contra a cabine. A polícia acredita que os traficantes sejam do Complexo do Alemão, que permaneceu ocupado no ano passado e que receberá obras do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC).

Mais conteúdo sobre:
tiroteioPMtraficantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.