Tragédia no RS: Dilma presta apoio a parentes de vítimas

A presidente Dilma Rousseff prestou, na tarde deste domingo, solidariedade às famílias das vítimas fatais do incêndio da boate Kiss, ocorrido nesta madrugada, em Santa Maria (RS). De acordo com informações da Agência Brasil, a presidente deixou há pouco o ginásio de esportes da cidade, onde se encontrou com parentes de vítimas que estão no Centro Desportivo Municipal, para onde foram levados os corpos para identificação.

DENISE ABARCA, Agência Estado

27 de janeiro de 2013 | 16h09

De acordo com a Agência Brasil, muito emocionada, a presidente deixou o local sem falar com a imprensa. Antes de chegar ao ginásio, ela também passou no Hospital Caridade, onde está sendo atendida parte dos feridos. Dilma segue para a Base Aérea de Santa Maria, acompanhada pelo prefeito da cidade, César Schimer.

A presidente estava acompanhada do ministro da educação, Aloizio Mercadante; da ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, e do presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-SP). "É o tipo de tragédia que ninguém imagina que possa acontecer. Nossa preocupação agora é atender as famílias, e depois vemos outras coisas (apuração sobre as causas e responsáveis pelo acidente)", disse Marco Maia. O incêndio resultou na morte de 232 pessoas, além de 116 feridos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.