Tratamento de apnéia parece reduzir agressividade

De acordo com estudo publicado no periódico Journal of Forensic Sciences , criminosos sexuais que sofrem de apnéia do sono têm sintomas psicológicos mais graves que criminosos que dormem normalmente. Esse sintmoas se reduzem com o tratamento da condição.A apnéia do sono é um distúrbio da respiração que ocorre enquanto o paciente dorme, e afeta até 20% dos homens no mundo ocidental, 5% dos quais sofrem sintomas físicos significativos. Para o estudo, criminosos sexuais que sofrem de apnéia receberam tratamento de uso contínuo de pressão positiva nas vias aéreas (CPAP, na sigla em inglês). Nesse tratamento, ar comprimido é aplicado não nariz ou boca do paciente, por meio de uma máscara, durante o sono. Os voluntários responderam a um questionário sobre raiva pessoal, agressividade verbal e agressividade física, antes e depois do tratamento.Os pacientes tiveram escores significativamente mais baixos - melhores - depois do CPAP, mas ainda não está claro se o tratamento levará a mudanças no comportamento dos criminosos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.