Trecho de rua onde mora Cabral é isolado por policiais

O trecho da Rua Aristides Espínola entre as Avenidas Delfim Moreira e General San Martin, no Leblon, zona sul do Rio, onde mora o governador Sérgio Cabral Filho (PMDB), foi cercado nesta quarta-feira com grades metálicas e isolado por policiais militares. Perto dali, por volta das 16 horas, cerca de 200 manifestantes bloquearam a pista sentido Avenida Niemeyer da Delfim Moreira, em frente ao Posto 12, para mais um ato contra Cabral.

FELIPE WERNECK, Agência Estado

17 de julho de 2013 | 18h56

Os PMs levaram para o local um dos blindados conhecidos como Caveirão, veículos do Batalhão de Choque e o caminhão de jatos de água da Polícia Militar (PM) e só permitem a entrada, na Aristides Espínola, de moradores, acompanhados por policiais militares até a porta de seus prédios. Assim, evitam que manifestantes entrem no trecho isolado. Em cartazes, manifestantes pedem o impeachment de Cabral e do prefeito Eduardo Paes, também do PMDB.

Mais conteúdo sobre:
Sérgio Cabral FilhoCaveirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.