Fábio Motta/AE
Fábio Motta/AE

Três edifícios são implodidos na Zona Portuária do Rio

Prédios pertenciam ao antigo Moinho Marilu; 250 quilos de dinamite foram usados na operação

Marcela Gonsalves, estadão.com.br

26 Junho 2011 | 09h00

SÃO PAULO - Na manhã deste domingo, 26, três edifícios em um terreno de 13 mil metros quadrados foram implodidos na Região Portuária do Rio de Janeiro. Cerca de 250 quilos de dinamite foram usados na operação. Os prédios pertenciam ao antigo Moinho Marilu.

A medida faz parte do projeto de revitalização "Porto Maravilha", da Prefeitura do Rio. No local será erguido o Port Corporate, desenvolvido pela construtora Tishman Speyer, o primeiro empreendimento corporativo a ser construído na região.

A implosão aconteceu por volta de 6h35 e durou cerca de 7 segundos. Um raio de 250 km no entorno da área estava interditado desde as 5h30 e, após a implosão, equipes da Comlurb iniciaram a limpeza do entorno, que inclui a Avenida Brasil, a Avenida Rio de Janeiro e o viaduto da Perimetral, na Zona Portuária.

Mais conteúdo sobre:
Rio implosão prédio porto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.