Três pessoas são presas em Hong Kong em protesto contra a China

Ao menos três pessoas foram presas quando um grupo de cerca de 400 pessoas entrou em confronto com a polícia em Hong Kong, em mais um sinal de tensão provocada pela influência da China na cidade.

REUTERS

01 de março de 2015 | 09h34

Manifestantes em Yuen Long, a pouca distância da China, gritavam para "cancelar a permissão de múltipla entrada" e "derrubar o Partido Comunista Chinês", enquanto reclamavam dos chamados negociantes paralelos, que compram produtos em Hong Kong para vendê-los com lucro do outro lado da fronteira.

Os manifestantes bloquearam a rua principal da região com latas de lixo, parando o trânsito. A polícia usou spray de pimenta e conteve algumas pessoas.

"Não conseguimos andar, pois todas as coisas deles se acumulam como montanhas nas ruas", disse King Lee, morador local de 23 anos que protestava contra os negociantes paralelos.

(Reportagem de Venus Wu e Bobby Yip)

Tudo o que sabemos sobre:
HONKONGCHINAPROTESTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.