Três se ferem em rebelião no Hospital de Custódia na BA

Três internos do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico do Estado da Bahia (HCT) ficaram feridos durante uma rebelião dos detentos na manhã desta segunda-feira. Segundo informações da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), os ferimentos foram leves - cortes e escoriações - e as vítimas foram atendidas no próprio hospital.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

08 de abril de 2013 | 17h38

A rebelião durou pouco mais de uma hora, tempo suficiente para que os 178 internos da unidade (que tem capacidade para 150) ateassem fogo em colchões e destruíssem a ala médica do HCT. Eles reivindicavam melhorias estruturais do hospital.

De acordo com a Seap, reformas dos sistemas elétrico e hidráulico, além de substituições, entre outras, de janelas e esquadrias e pintura de todas as áreas do HCT, estão em fase de licitação. As obras têm custo estimado de R$ 840 mil.

Tudo o que sabemos sobre:
rebeliãohospitaldetentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.