Tribunal italiano condena Berlusconi a 1 ano de prisão

Um tribunal italiano condenou nesta quinta-feira o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi a um ano de prisão por tornar público o conteúdo gravado de um telefonema confidencial em um caso relacionado a um escândalo bancário de 2005.

Reuters

07 de março de 2013 | 08h18

A condenação, que foi lida no tribunal pelo juiz, acontece no momento em que Berlusconi enfrenta dois outros julgamentos por acusações de fraude fiscal e de ter pago por sexo com uma prostituta menor de idade.

Os promotores no caso do grampo telefônico tinham pedido uma pena de prisão de um ano para o magnata da mídia.

Berlusconi, que nega qualquer irregularidade, pode recorrer da decisão a um tribunal especial de apelações.

Segundo a lei italiana, ele não deve cumprir qualquer pena de prisão até que todos os recurso possíveis sejam julgados.

(Reportagem de Manuela D'Alessandro)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIABERLUSCONICONDENADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.