Trio acusado de matar criança vai a júri em Itaboraí-RJ

Os réus Rafael Gabriel Correia, Jhonatas Felipe Castilho e Marco Henrique Barcellos Fernandes, acusados de matar, em fevereiro de 2010, um menina de 7 anos, na cidade de Itaboraí, região metropolitana do Rio, serão levados a júri popular. A data do julgamento ainda não foi informada pela Justiça. A decisão foi tomada ontem pelo juiz da Vara Criminal de Itaboraí, Marcelo Alberto Chaves Villas, que decidiu pronunciar os acusados.

RICARDO VALOTA, Agência Estado

16 de abril de 2011 | 10h12

Os três réus responderão por homicídio doloso, na forma tentada e consumada. O primeiro acusado atirou em dois adultos, Renato Wallace, Luciana Teixeira, e em Raiane, um bebê 9 meses. Os tiros contra Luciana não a atingiram, mas feriram acidentalmente Talita Teixeira, que tinha na época 7 anos. O acusado também disparou contra Raiane, mas no momento da execução a arma falhou. Renato também teve sorte e nenhuma bala o acertou.

Jonathan e Márcio foram acusados de coparticipação, pois, embora não tenham atirado em ninguém, levaram Rafael ao local do crime, deram cobertura ao comparsa do lado de fora da casa e o auxiliaram na fuga. Márcio foi quem conseguiu a arma e o carro utilizados.

Segundo o juiz Marcelo Villas, os crimes foram cometidos por motivo torpe, por causa de uma desavença ocorrida em razão da partilha de uma quantia em dinheiro decorrente de um assalto praticado pelo primeiro réu e as vítimas Luciana e Renato. "As evidências também apontam que os crimes foram praticados mediante meio que dificultou a defesa das vítimas", afirmou o magistrado. Os acusados permanecerão presos até o julgamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.