Trio é detido durante seqüestro relâmpago na zona oeste

Office-boy libertado entrou em contato com a polícia enquanto seguia os bandidos de carro

Paulo Maciel e Ricardo Valota, estadao.com.br

06 Janeiro 2009 | 05h51

Três assaltantes foram detidos na noite desta segunda, 5, durante um seqüestro relâmpago na região de Pirituba, zona oeste da cidade de São Paulo. O motorista Wallace Arantes Gomes, de 23 anos, foi libertado graças a um deslize dos criminosos e à ajuda do office-boy Rodrigo Luiz Barbosa, de 19 anos, que também foi rendido pelo trio quando ambos ocupavam um Corsa na Avenida General Edgar Facó, no Piqueri. Armados com um revólver, os criminosos renderam Wallace e Rodrigo no momento em que os dois jovens preparavam-se para entrar no carro. Dois dos bandidos entraram no Corsa e obrigaram Wallace a acompanhá-los, mas libertaram o office-boy. O terceiro seguiu o Corsa em um Celta prata. Livre, Rodrigo entrou seu Palio preto e passou a seguir os bandidos, enquanto conversava com a PM via 190. Uma equipe da Força Tática do 18º Batalhão localizou o Corsa em um posto de combustível na Rua Inácio Luís da Costa, no Parque São Domingos, ao lado da Rodovia Anhangüera. Ao perceber a viatura, Walter Martins Pereira Filho, de 51 anos, que estava ao volante do Corsa, deu a volta no quarteirão, onde abandonou o carro e tentou fugir a pé, mas acabou preso. Os comparsas dele, Adriano Santos da Silva, 22 anos, e Edmilson Freire Silva, 19, não reagiram e também foram detidos. Segundo a Polícia, Pereira, que portava a arma, cumpre pena e havia saído para o indulto de fim de ano.

Mais conteúdo sobre:
violênciaSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.