Trio é preso por furtar tacógrafos de montadora em SP

Três homens foram presos hoje pela Polícia Civil quando deixavam a sede da Mercedes Benz, em Vila Paulicéia, no quilômetro 16 da Rodovia Anchieta, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Com o trio, agentes do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) apreenderam 50 tacógrafos - aparelhos que armazenam dados de medição da velocidade de veículos.O furto dos equipamentos - retirados de ônibus e caminhões no interior da montadora - vinha sendo investigado há meses. No total, já haviam sido furtados cerca de 200 tacógrafos. O valor de alguns modelos pode chegar a R$ 3 mil.Por volta da 1h de hoje, Alessandro Lopes, de 37 anos, Vágner Dias Leite, de 39, e Wilson Barbosa, de 38, que, segundo a polícia, são funcionários de uma empresa que presta serviço de segurança à Mercedes, foram detidos quando saíam da empresa. Não se sabe ainda se todos os aparelhos que sumiram dos veículos foram furtados pelos três ladrões detidos hoje. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de São Bernardo do Campo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.