Tripulantes de navio chileno morrem no Porto de Santos

Três tripulantes do navio Rio Blanco, de bandeira chilena, que transportava veículos e máquinas agrícolas para o Chile, morreram na noite deste sábado, durante incêndio na casa de máquinas da embarcação. O fogo foi debelado por volta da meia-noite e os corpos só foram localizados na manhã de hoje, após o rescaldo na embarcação. Dois engenheiros e um chefe de manutenção foram as vítimas.No momento, representantes da Capitania dos Portos e da Polícia Federal encontram-se no interior do navio, que está atracado no Terminal de Exportação de Veículos (TEV), localizado na margem esquerda do porto, em Guarujá. Na manhã de ontem, 800 litros de óleo combustível foram derramados no mar, durante a operação de abastecimento, fato que mobilizou o Plano de Apoio Mútuo (PAM) do Porto, a superintendência de Meio Ambiente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Guarda Portuária e Cetesb. Uma barreira de contenção foi instalada no local e a situação foi inteiramente controlada à tarde. Por volta das 21 horas, um incêndio foi detectado no navio, quando o Corpo de Bombeiros, junto com o PAM foram mobilizados novamente para o local.

ZULEIDE DE BARROS, Agencia Estado

17 de fevereiro de 2008 | 15h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.