Triticultores concluem plantio da safra

Chuvas no Paraná amenizaram longa estiagem e geada no Rio Grande do Sul não causou prejuízos

Jane Miklasevicius, O Estado de S.Paulo

25 Julho 2007 | 02h56

O plantio da safra brasileira de trigo está praticamente concluído. No Paraná, as chuvas amenizaram um cenário de estiagem que em alguns municípios do norte, como Cornélio Procópio, durava mais de 50 dias. A previsão para a próxima semana é de mais chuva, que é bem-vinda, segundo o engenheiro agrônomo Otmar Hubner. Ele diz que não há uma avaliação de perdas na produtividade do trigo por causa da seca, já que o levantamento mensal do Departamento de Economia Rural (Deral) ainda está sendo feito. ''''Algumas lavouras tiveram um estresse hídrico maior que outras. O levantamento deve apontar a situação'''', disse. No Rio Grande do Sul, o excesso de chuva dos últimos dias encharcou o solo em algumas regiões, o que, segundo a Emater, pode ter prejudicado o desenvolvimento da planta. A empresa diz que triticultores de Cachoeira do Sul estão particularmente preocupados. Além de interromper o plantio, a chuva impediu tratos culturais. O Rio Grande do Sul também registrou geada nesta semana, mas no atual estágio da lavoura não houve prejuízos, dizem os técnicos. Na Argentina, o plantio atinge nesta semana 81% da área estimada em 5,5 milhões de hectares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.