AP
AP

Tropas do Mali procuram rebeldes após confrontos em Timbuctu

Extremistas islâmicos tinham se infiltrado na cidade do deserto, no norte do país

Reuters

01 de abril de 2013 | 10h14

BAMAKO - As tropas do Mali fizeram buscas de casa em casa em Timbuctu, na manhã desta segunda-feira, 1, após horas de combates com rebeldes islâmicos que tinham se infiltrado na cidade do deserto, no norte do país.

Moradores disseram que a calma voltou na noite de domingo, depois que fortes confrontos e ataques aéreos de caças franceses que apoiam as tropas do Mali forçaram os habitantes a buscarem abrigo dentro de casa.

A luta refletiu a dificuldade de garantir a segurança do Mali, depois de uma intervenção francesa em janeiro, que expulsou os rebeldes de seus redutos no norte. "As coisas estão tranquilas nesta manhã. Os mercados estão abertos, o tráfego está nas ruas, e as pessoas estão fora de suas casas", contou Garba Maiga, residente de Timbuctu, por telefone.

Fontes do Exército do Mali disseram que os soldados estavam vasculhando áreas da cidade para garantir que não havia sobrado combatentes rebeldes lá.

Pelo menos um soldado do Mali foi morto nos confrontos, junto com mais de 20 insurgentes, de acordo com um comunicado do governo, na noite de domingo. Moradores disseram que pelo menos cinco civis foram mortos no fogo cruzado.

O governo francês quer reduzir sua atual presença militar de quatro mil soldados para mil até o final do ano, à medida que transferir sua missão para uma força regional africana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.