TRT-SP determina fim da greve na Fundação Casa

O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP) determinou o retorno imediato ao trabalho dos servidores da Fundação Casa em greve. Cerca de 15% dos trabalhadores da instituição entraram em greve no dia 8. Pela decisão dos desembargadores, a Fundação Casa deverá pagar os dias parados de greve. Em Assembleia realizada na tarde de hoje, os trabalhadores determinaram pela continuação do estado de greve até o julgamento do Dissídio Coletivo de 2008.

JULIA BAPTISTA, Agência Estado

02 de junho de 2010 | 19h27

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Entidades de Assistência e Educação à Criança ao Adolescente e à Família do Estado de São Paulo (Sitraemfa), a decisão pela greve foi tomada devido ao "descaso" da Fundação em relação a data base da categoria, a segurança no local de trabalho e a questão do reajuste salarial. A pauta de reivindicações da categoria reúne mais 82 itens.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.