Tumulto entre alunos deixa 1 ferido e professores chamam a PM

Estudantes atiraram carteiras no pátio e quebraram janelas; esta não foi a primeira vez que a polícia foi acionada

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

12 Novembro 2008 | 15h56

Um estudante ficou levemente ferido na manhã desta quarta-feira, 12, em um tumulto iniciado após uma briga entre duas alunas na Escola Estadual Amadeu Amaral, no Belenzinho, zona leste de São Paulo.   Os estudantes atiraram carteiras no pátio e danificaram janelas, segundo informações da PM, que foi acionada por volta das 9h30. Ainda segundo a PM, esta não foi a primeira vez que os professores chamaram os policiais para conter brigas e manifestações na mesma escola.   Em nota, a Secretaria Estadual da Educação esclareceu que a PM foi acionada porque os docentes não conseguiram controlar a situação e aguardaram a ação dos policiais na sala dos professores. As aulas foram suspensas.   Ainda segundo a secretaria, a direção da escola deve identificar os alunos que participaram da depredação e acionar o Conselho de Escola, que reúne pais e educadores, indicando a expulsão e transferência dos envolvidos. Cabe ao Conselho decidir a punição.   No comunicado, a secretaria ainda disse que "lamenta qualquer agressão contra alunos e professores" e ressaltou que "a direção da escola tomou a atitude correta ao acionar a polícia para conter os alunos envolvidos no caso".

Mais conteúdo sobre:
educação violência escola tumulto SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.