Túnel desaba e paralisa trecho em obras do Rodoanel Norte, em SP

Um túnel que era escavado numa área de morro desmoronou e levou à paralisação do lote número 5 das obras do Rodoanel Norte, no município de Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo. O acidente ocorreu no sábado, mas só nesta terça-feira, 9, a Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa), responsável pelas obras, confirmou o desmoronamento, após ser questionada pela reportagem. A queda na estrutura atingiu a chamada área de emboque do túnel 501. Dos 1.010 metros de extensão previstos, tinham sido escavados 140 metros.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Estadão Conteúdo

09 de dezembro de 2014 | 17h32

Por segurança, o segundo túnel escavado ao lado também foi interditado. As obras da outra saída dos túneis também foram suspensas até que a avaliação da ocorrência e das condições do terreno seja concluída. De acordo com o presidente da Dersa, Lawrence Casagrande, homens e máquinas trabalhavam normalmente no local, quando foram notados os primeiros sinais de instabilidade do túnel. Ele conta que a estrutura veio abaixo 50 minutos depois que operários foram evacuados e máquinas e equipamentos postos a salvo. "Felizmente não tivemos perdas de vida e de equipamentos", disse.

A entrada do túnel ficou totalmente obstruída. Parte do talude superior também cedeu. De acordo com Casagrande, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), órgão de excelência ligado à Universidade de São Paulo (USP), já iniciou os trabalhos de avaliação das causas do acidente e das condições de segurança do local. "Aparentemente não houve danos no túnel paralelo, mas só a análise vai dizer se teremos condições de segurança para retomar os trabalhos", disse. No local do acidente, a perfuração atingia a parte superficial do solo, considerada a mais difícil, pois o terreno é menos estável.

Ainda segundo Casagrande, até que os laudos fiquem prontos não é possível dizer se o acidente vai interferir no cronograma das obras, iniciadas em março de 2013 e previstas para ficarem prontas em fevereiro de 2016. "São sete passagens por túneis, totalizando 14 túneis, e nos demais as obras seguem normalmente", disse. O ponto em que ocorreu o acidente fica em local isolado, sem moradias ou acessos para moradores. Mesmo assim, a área está isolada e com vigilância.

O trecho norte do Rodoanel Mário Covas começa a partir do final do trecho leste, no trevo de interseção com a rodovia Presidente Dutra, passa pela rodovia Fernão Dias e vai até as proximidades da Rodovia dos Bandeirantes, onde se inicia o trecho oeste. Ao todo serão 44 km de pistas, mais 3,6 quilômetros interligando o Rodoanel ao Aeroporto Internacional de Guarulhos. O trecho norte corta os municípios de São Paulo, Guarulhos e Arujá e completa o anel rodoviário em torno da capital.

Tudo o que sabemos sobre:
rodoanel nortetúneldesabamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.