Turista é morto em assalto no Guarujá

Apesar do socorro rápido, o rapaz, de cerca 30 anos, não resistiu ao tiro no peito e morreu no hospital

ZULEIDE DE BARROS, ESPECIAL PARA AE, Agencia Estado

29 de abril de 2008 | 20h28

Um turista, não-identificado pela polícia, foi morto nesta terça-feira, 29, em assalto na Praia das Astúrias, no Guarujá, na Baixada Santista (SP). Apesar de o socorro ter sido rápido, o rapaz, de aparentemente 30 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu logo após ser atendido no Hospital Santo Amaro. Houve um corre-corre geral no local do crime. O turista foi atingido por um tiro no peito ao reagir ao assalto praticado por três adolescentes, que tentaram levar a corrente de ouro dele. Os assaltantes fugiram de bicicleta por uma rua transversal, sem que ninguém conseguisse detê-los. Um deles carregava uma pistola.Assaltos como o de nesta terça-feira, 29, tornaram-se rotina naquela praia. Não existem postos policiais próximos e nem são feitas rondas, segundo freqüentadores. O jornalista Tarcísio Alves, que mora em São Paulo, mostrou-se assustado com a ocorrência que presenciou. "A primeira medida que tomei foi a de tentar proteger meus três filhos pequenos e deixar imediatamente o local, como fez muita gente, já que 90% das pessoas que se encontravam próximas fizeram o mesmo, esvaziando a praia", disse. Alves, que pretendia permanecer mais um dia na cidade, tratou de ir embora hoje mesmo."Conversei com os ambulantes da praia e eles informaram-me que esses assaltos são comuns por aqui. No sábado, eles roubaram a bolsa de uma mulher, sem que nada fosse feito para impedir o assalto", relatou. De acordo com moradores locais, não só Astúrias, mas toda a região fica praticamente desprotegida nesta época do ano, que, embora apresente clima quente, levando muitas pessoas às praias, ainda não conta com a presença de policiais. Segundo moradores, a polícia somente aparece com a proximidade das festas e da temporada, durante a operação verão, quando a vigilância é reforçada.

Tudo o que sabemos sobre:
GuarujáSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.