Turistas nadam em praça de Veneza após chuva forte

Cerca de três quartos da cidade de Veneza ficaram alagados nesta segunda-feira, e os turistas aproveitaram para nadar na Praça de São Marco, depois de fortes chuvas que atingiram a região norte e central da Itália, forçando 200 pessoas a deixarem suas casas na Toscana.

Reuters

12 de novembro de 2012 | 11h43

Lojas, casas e palácios históricos foram invadidos pelas águas da Lagoa de Veneza, e as autoridades disseram que 70 por cento da cidade, conhecida por seus canais, ficou inundada.

O nível da água alcançou 149 centímetros, o sexto mais alto desde que começaram a ser feitos registros em 1872. A inundação forçou os moradores a andar com água até a cintura. Turistas vestindo trajes de banho sentaram-se nos cafés sob a água.

Não havia estimativa de estragos na famosa cidade turística.

(Reportagem de Steve Scherer e Naomi O'Leary)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIAENCHENTEVENEZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.