Turistas salvam a vida de panda gigante na China

A rápida intervenção de um grupo de turistas salvou a vida de um panda gigante gravemente ferido, segundo publicado nesta segunda-feira pela agência China News Service. O urso foi encontrado em péssimas condições de saúde no Parque Florestal de Heihe, na província central de Shaanxi, lar do panda mais ameaçado do mundo: o das montanhas Qinling.Segundo explicou um especialista do Centro de Resgate e Criação de Animais Selvagens de Shaanxi,o animal ferido, que se encontra hospitalizado, tem seis anos (a expectativa de vida desse animal é de cerca de 15) e pesa mais de 60 quilos.Por causas ainda não esclarecidas, ele perdeu a mobilidade da cintura para baixo e tem o olho esquerdo gravemente infeccionado, ainda que os veterinários confiem em sua total recuperação.Nas montanhas Qinling, próximas à região onde foi encontrado o urso ferido, vivem cerca de 300 espécimes desta espécie em perigo de extinção, ainda que recentemente foi colocado em ação um plano que pretende aumentar para 400 sua população em 2020, além de expandir seu território para 500 mil hectares (atualmente são 340 mil).As principais ameaças à espécie são o desflorestamento para semear plantações, as operações mineradores em uma região rica em ouro e níquel e a caça ilegal, segundo o Fundo Mundial para a Natureza (WWF).Atualmente, cerca de 1.600 pandas gigantes vivem em liberdade na China, quase todos nas montanhas da província de Sichuan, enquanto outros 600 se encontram nos zoológicos e reservas do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.