Tuvalu teme morte de corais e ciclones

PARA LEMBRAR

, O Estado de S.Paulo

05 de junho de 2010 | 00h00

Tuvalu chamou a atenção no ano passado durante a Conferência do Clima de Copenhague. A nação conseguiu bloquear as negociações para pedir a assinatura de um acordo com peso jurídico, o que não ocorreu. A população de Tuvalu vive a menos de dois metros acima do nível do mar.

O principal negociador de Tuvalu na COP-15, Ian Fry, afirma que a subida do oceano ainda não afeta diretamente as pessoas. Porém, diz que o aumento da temperatura da água pode causar a morte de corais.

A principal fonte de proteína para as pessoas da ilha vem dos peixes, que são dependentes de corais. Outro problema que pode piorar é a gravidade dos ciclones. "Quando eles atingem Tuvalu, as ondas lavam a ilha, destroem casas e ameaçam vidas."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.