TV indiana demite âncora por chamar presidente chinês Xi de 'Onze'

TV indiana demite âncora por chamar presidente chinês Xi de 'Onze'

Aparentemente, a apresentadora confundiu o primeiro nome de Xi Jinping com o algarismo romano XI

REUTERS

19 Setembro 2014 | 13h46

Uma âncora de TV indiana foi demitida após ter se referido ao presidente chinês, Xi Jinping, como "Onze" Jinping, aparentemente após confundir o nome de Xi com o algarismo romano XI, disse um funionário do canal de TV estatal nesta sexta-feira.

Xi deixou a Índia nesta sexta-feira após visita para promover os laços comerciais e econômicos entre os dois países, prejudicados por uma longa disputa sobre fronteiras.

A gafe da âncora aconteceu durante um programa de notícias da rede Doordarshan, na quarta-feira.

"É um erro imperdoável", disse o funcionário à Reuters, sob condição de anonimato, acrescentando que a âncora estava empregada como temporária.

O incidente ocorreu em um momento no qual a Doordarshan tenta se reinventar para competir com redes privadas. Seus programas são com frequência motivo de chacota entre o público devida à baixa qualidade da produção.

A gafe causou uma onda de comentários irônicos nas redes sociais.

(Reportagem de Rajesh Kumar Singh)

Mais conteúdo sobre:
INDIAANCORADEMISSAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.