UBS não pode entrar em arbitragem com Nasdaq por IPO do Facebook, diz tribunal

UBS não pode entrar em arbitragem com Nasdaq por IPO do Facebook, diz tribunal

O banco alega que a má administração do IPO pela Nasdaq fez com que a companhia acumulasse, sem intenção, dezenas de milhões de ações do Facebook

REUTERS

31 de outubro de 2014 | 15h04

Um tribunal de recursos dividido nos Estados Unidos rejeitou, nesta sexta-feira, a tentativa do UBS de fazer com que a Nasdaq OMX entrasse em arbitragem sobre a disputa de como a operadora de bolsa de valores manejou a oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) do Facebook, em maio de 2012.

Por 2 votos a 1, o tribunal de recursos em Nova York manteve a conclusão de um juiz de um tribunal inferior de que as alegações do UBS não estão sujeitas a arbitragem.

O UBS alega que a má administração do do IPO pela Nasdaq fez com que o banco suíço acumulasse, sem intenção, dezenas de milhões de ações do Facebook, acarretando em prejuízos de mais de 350 milhões de dólares.

(Por Jonathan Stempel)

Mais conteúdo sobre:
TECHNASDAQOMXARBITRAGEM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.