Ucrânia diz que militares estão em alerta máximo para possível ataque russo

As Forças Armadas da Ucrânia estão em alerta militar máximo em caso de uma invasão russa, disse o presidente interino do país nesta quarta-feira, reiterando preocupações sobre a grande presença de tropas russas perto da fronteira.

Reuters

30 Abril 2014 | 07h22

"Eu mais uma vez retorno ao perigo real de a Federação Russa iniciar uma guerra terrestre contra a Ucrânia", disse Oleksander Turchinov em uma reunião de governadores em Kiev, segundo a agência de notícias Interfax-Ucrânia.

"Nossas Forças Armadas foram postas em prontidão militar total", acrescentou.

A Rússia afirma que não tem planos de invadir o leste da Ucrânia, após ter anexado a península da Crimeia em março, mas as declarações de Turchinov deixam claro que o governo pró-Ocidente de Kiev não vê razão para diminuir o alerta de suas forças.

Kiev acusa Moscou de orquestrar uma revolta armada de separatistas que falam russo no leste da Ucrânia.

(Reportagem de Matt Robinson)

Mais conteúdo sobre:
UCRANIARUSSIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.