Ucrânia não vai atacar comboio russo, diz chefe de segurança nacional

A Ucrânia não vai atacar o comboio russo de caminhões com ajuda humanitária que entrou no território ucraniano, e quer evitar qualquer "provocação", disse o chefe de segurança nacional ucraniano, Valentyn Nalivaychenko, nesta sexta-feira.

REUTERS

22 Agosto 2014 | 08h23

"A Ucrânia vai coordenador com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha para que nós, Ucrânia, não estejamos envolvidos em (acusações de) provocações de que nós estamos impedindo ou usando força contra os veículos da chamada ajuda", disse ele a jornalistas.

Questionado se a Ucrânia poderia usar ataques aéreos contra o comboio de caminhões que está dentro de território ucraniano controlado pelos rebeldes separatistas, Nalivaychenko disse: "Contra eles, não".

(Reportagem de Natalia Zinets)

Mais conteúdo sobre:
UCRANIARUSSIASEMATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.