Ucrânia não vai permitir escolta militar russa a comboio de ajuda humanitária

A Ucrânia afirmou nesta terça-feira que não vai permitir a entrada de qualquer ajuda humanitária russa no país se estiver acompanhada de militares russos ou de integrantes do Ministério de Emergências da Rússia.

REUTERS

12 Agosto 2014 | 07h51

Referindo-se ao grande comboio enviado por Moscou nesta terça-feira com ajuda para a Ucrânia, o assessor presidencial Valery Chaly afirmou: "Essa carga será transferida para outros veículos de transporte (na fronteira) pela Cruz Vermelha".

"Não iremos permitir qualquer escolta do Ministério de Emergências da Rússia ou dos militares (dentro do território ucraniano). Tudo ficará sob controle ucraniano", disse Chaly a jornalistas.

(Reportagem de Pavel Polityuk)

Mais conteúdo sobre:
UCRANIA RUSSIA AJUDAHUMANITARIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.