UE espera acordo comercial com Mercosul em 2011

A União Europeia espera chegar a um acordo comercial com países do Mercosul até meados de 2011, uma vez que os negociadores estão resolvendo pequenos detalhes em questões como compras governamentais e propriedade intelectual, disse o chefe de Comércio do bloco europeu, Karel Gucht.

REUTERS

14 de setembro de 2010 | 16h24

UE e Mercosul retomaram em maio as conversações que estavam paradas há anos. O objetivo é criar a maior zona de livre comércio do mundo, abrangendo 750 milhões de pessoas e bens estimados em 65 bilhões de euros (82 bilhões de dólares) por ano.

De Gucht acrescentou que há questões como os direitos de propriedade intelectual e licitações de governos que precisam ser discutidas, mas o clima no geral melhorou.

"Há disposição em discutir todos os tópicos e depois vamos ver onde chegamos", disse De Gucht a jornalistas.

"Nós tivemos boas discussões", disse ele após reunião com o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, e o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge.

O Mercosul é integrado pelo Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.

(Reportagem de Raymond Colitt)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSUEATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.