UE faz acordo para incluir 15 pessoas à lista de sanções contra Rússia, dizem diplomatas

Os governos da União Europeia fecharam nesta segunda-feira um acordo preliminar para impor o congelamento de bens e a proibição da concessão de vistos para mais 15 pessoas, como parte do aumento das sanções contra a Rússia devido à crise na Ucrânia.

Reuters

28 Abril 2014 | 11h18

Um procedimento da União Europeia para aprovar as sanções continua em andamento até as 17h (12h no horário de Brasília), mas isso é visto como uma formalidade, disseram diplomatas europeus. Os nomes dos indivíduos que vão ser adicionados à lista não devem ser divulgados até a publicação no diário oficial da UE.

(Reportagem de Adrian Croft)

Mais conteúdo sobre:
EUROPA RUSSIA UCRANIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.