UE pressiona China a valorizar o yuan

O comissário europeu de Assuntos Econômicos e Monetários, Joaquín Almunia, o presidente do Conselho Europeu, Jean-Claude Juncker, e o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, vão tentar hoje convencer a China a submeter a sua moeda, o yuan, às leis do mercado, em reunião com o alto escalão chinês, em Nankin. O trio argumenta que a valorização do yuan favoreceria a recuperação mundial e aumentaria o poder aquisitivo da população chinesa. A China vai pedir que a União Europeia baixe os impostos sobre produtos de fabricação chinesa.

, O Estadao de S.Paulo

28 de novembro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.