Um aluno morre e dois ficam feridos em escola no PE

No primeiro dia de aula, ontem, um aluno de 12 anos morreu e outros dois ficaram feridos com disparos feitos dentro de uma escola particular em Petrolina, no sertão de Pernambuco, a 800 quilômetros de Recife. De acordo com informações da PM, um adolescente de 15 anos, acusado de roubar uma bicicleta, estava sendo perseguido por populares quando invadiu a Escola Encanto, no bairro Cohab Massangano. O vigilante do colégio, Franciraldo Oliveira da Silva, de 38 anos, lutou com o adolescente e atirou com um revólver calibre 38, mas teria acertado um muro. O proprietário do colégio, identificado como Joildo de Oliveira Gomes de Sousa, foi apontado como autor de outros disparos, que teriam atingido três alunos. Cairo Emanuel Conrado Diniz e Silva, de 12 anos, chegou a ser levado para o Hospital Dom Malan, mas não resistiu e faleceu. Ele era filho de um policial militar da cidade. Dois jovens também ficaram feridos e foram levados ao Hospital Geral de Urgências de Petrolina.

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

08 de fevereiro de 2008 | 09h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.