Um 'case' chamado Mocotó

Pai e filho revolucionaram com pitadas gourmet a cozinha agreste do Pernambuco e puseram no mapa culinário se SP a até então desconhecida Vila Medeiros. O Mocotó, hoje cortejado por personalidades gastronômicas, está virando livro

Giovanna Tucci,

28 Maio 2009 | 13h05

Rodrigo Oliveira descreve o seu Mocotó com a autoridade de quem cresceu furtando torresmo da cumbuca: "Temos um estilo muito próprio, que é simplesmente manter as coisas informais, do jeito que são." A história do restaurante que modernizou a cozinha do sertão de Pernambuco e já atraiu à afastada Vila Medeiros personalidades como a Master of Wine inglesa Jancis Robinson e o chef francês Yves Camdeborde, migrou das conversas despretensiosas nas mesinhas amarelas para as páginas de um livro.   Mocotó: O Pai, o Filho e o Restaurante (Ediouro), com lançamento previsto para outubro, faz um apanhado dos momentos mais marcantes do boteco criado no início da década de 70 pelo pai de Rodrigo, José Oliveira de Almeida. Seu Zé, natural do vilarejo de Mulungu, em Pernambuco, abriu a casa apostando em seu caldo de mocotó, e, embora esteja sempre ali à espreita, passou o comando da casa para o filho Rodrigo, há cinco anos.   Rodrigo e Zé são cúmplices, mas não se trata de um conto de fadas gastronômico. "Temos desavenças. Às vezes as coisas dão errado, existem problemas. A gente já chorou, penou", conta Rodrigo, explicando que tudo isto está no livro, sem floreios.   Com texto de Elcio Fonseca e fotos de Ricardo D’Angelo, o livro traz um capítulo reflexivo sobre a cozinha brasileira assinado pelo próprio chef. E, claro, as receitas clássicas do Mocotó, como o atolado de bode, a mocofava e o baião-de-dois, além de pratos inéditos - entre eles, estas fabulosas panquecas de tapioca que levam vinho e café na massa e foram preparadas por Rodrigo para o Paladar, por acaso, bem na hora do almoço. Depois do açucarado começo, pedimos torresmo de sobremesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.