Um esquenta com os chefs

Já que é na cozinha que o Brasil se mistura, o evento que mais celebra os sabores nacionais faz sua queima de panelas como convém: reunindo os chefs participantes num almoço, no qual eles são os comensais. Em sintonia com o espírito de "Brasil anfitrião", quem recebe em sua casa é o gourmet italiano Maurizio Remmert, dono de uma das cozinhas mais bem equipadas do País. O encontro será neste sábado, somente para convidados, como pré-abertura do 7º Paladar - Cozinha do Brasil.

O Estado de S.Paulo

25 Abril 2013 | 02h12

O grupo é formado pelos cozinheiros que darão aulas no evento e já estão na cidade. Vários já são amigos, outros ainda não se conhecem - o que, na visão de Remmert, torna a experiência mais divertida. "Pensei num menu variado e informal, para comer na mesa ou em torno do fogão", diz ele. O cardápio mistura memórias da cucina italiana com experimentações vanguardistas. Participante do evento desde 2008, o gourmet comandou no ano passado uma das atividades externas, uma aula-almoço em que apresentou seu arsenal de equipamentos. Neste ano, a ideia é brincar com a liberdade de criação, seja no sentido da tradição, seja usando a tecnologia, seja na reinterpretação de cânones da culinária regional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.