Um homem é preso durante protesto no Rio

No início da tarde, um homem foi preso ao tentar furar o bloqueio feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (CET-Rio) para isolar a área onde estão os integrantes do movimento Ocupe Delfim Moreira. Segundo a Polícia Civil, o motorista se recusou a fazer o exame de consumo de álcool. Um operador de tráfego da CET-Rio disse ter sido insultado com ofensas racistas e registrou queixa na 14ª DP (Leblon).

AE, Agência Estado

22 de junho de 2013 | 18h56

O motorista, identificado apenas como André Luiz, de 22 anos, foi autuado por embriaguez ao volante e injúria por preconceito. Ele pagou fiança e responderá ao processo em liberdade. No início da tarde de ontem, 975 apoiavam o movimento Ocupe Delfim Moreira no Facebook.

Durante o jogo Brasil e Itália pela Copa das Confederações, cerca de 100 pessoas protestavam na esquina da avenida Delfim Moreira com a rua Aristides Espínola, no Leblon, zona sul do Rio, bem perto da portaria do prédio onde mora o governador Sérgio Cabral Filho (PMDB). Até o fim da tarde não havia registro de confusão no local, que estava cercado por dezenas de policiais. (AE)

Tudo o que sabemos sobre:
protestosRio de JaneiroDelfim Moreira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.