Ed Dourado/AE
Ed Dourado/AE

Um mercado anual de R$ 8 bilhões

.

Jennifer Gonzales, O Estado de S.Paulo

26 Agosto 2009 | 02h55

O Brasil produz 2 milhões de toneladas de sementes por ano, conforme dados da Associação Brasileira de Sementes e Mudas (Abrasem). O segmento movimentou, na safra 2007/2008, cerca de R$ 8 bilhões. Segundo a coordenadora do SNPC, Daniela Aviani, existem 1.400 cultivares protegidas no País, tanto transgênicas quanto convencionais, que representam 5% do total das 23 mil registradas para plantio e comercialização.

O registro é condição prévia para o lançamento de uma nova cultivar no mercado. A Lei de Sementes, promulgada após a LPC, em 5 de agosto de 2003, fortalece a fiscalização da produção e do comércio desse produto. Já a Lei de Proteção de Cultivares reconhece a propriedade sobre os lançamentos e protege o direito de seus criadores. Para discutir a qualidade na produção de sementes no mercado nacional, a Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes (Abrates) promove, de 31 de agosto a 3 de setembro, em Curitiba (PR), o 16º Congresso Brasileiro de Sementes. Mais informações podem ser obtidas no www.abrates.org.br/cbsementes.

 

Veja também:

linkInjeção de ânimo nas pesquisas

linkQuem é quem na legislação de cultivares

linkLei permite consumo próprio de sementes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.