Um tour pela ‘Cozinha do Japão’

Cidade-irmã de São Paulo oferece todas as delícias japonesas

13 de outubro de 2007 | 10h52

Osaka é considerada a Cozinha do Japão. Assim como São Paulo, que transborda opções de bares e restaurantes, sua cidade-irmã oferece todas as delícias japonesas. E o melhor: você come o quanto agüentar. Isso porque alguns restaurantes da cidade seguem a filosofia do kuidaore, algo como "comer até cair".  - São Paulo e Osaka? Ou Osaka e São Paulo?  - A lista das cidades-irmãs  O coordenador da Comissão Comemorativa da Exposição de Osaka, Luís Anada, reforça a fama. "Os cidadãos de Osaka são considerados, pelos próprios japoneses, os mais exigentes em termos de gastronomia", garante. Mieko Kubo, de 80 anos, é um dos orgulhos da culinária local, tanto que ajuda na cozinha da Associação Beneficente de Provincianos de Osaka, na Vila Mariana, Zona Sul. A osakana prepara pratos como o takoyaki (bolinho de polvo) e tecchiri (baiacu cozido com vegetais). Outra sensação é o okonomiyaki. Também conhecida como pizza japonesa (alguns falam em panqueca), a iguaria tem como base ovos, farinha e repolho. Mieko aproveita para comparar as duas culinárias. "Nosso tempero é mais doce e mais suave."  De tudo um pouco A fama de pólo gastronômico vem do período Edo (1603-1868) - quando artigos e produtos de todo o país circulavam pela Província de Osaka - e até hoje se mantém. A região de Dotombori virou símbolo dessa meca da culinária, ao reunir dezenas de bons restaurantes e muitos barzinhos, às margens do Rio Dotomborigawa. Difícil escolher em qual entrar.

Tudo o que sabemos sobre:
Imigração japonesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.