Efe
Efe

Uma pessoa morre e 3 policiais ficam feridos em tiroteio na Dinamarca

Atentado aconteceu durante conferência sobre liberdade de imprensa

REUTERS

14 Fevereiro 2015 | 15h13

Uma pessoa morreu e três policiais ficaram feridos neste sábado após um tiroteio na capital da Dinamarca, Copenhagen, que recebia a visita do controverso artista sueco Lars Vilks, informou a agência de notícias Ritzau.

A polícia confirmou um tiroteio e disse que os suspeitos fugiram do local em um carro.

Vilks provocou polêmica em 2007 com a publicação de desenhos retratando o profeta Maomé como um cachorro, o que gerou ameaças de grupos de militantes islâmicos.

Desde então, ele vive sob forte esquema de segurança.

O embaixador da França na Dinamarca, que participava do encontro, assim como Vilks, saíram ilesos, disse a Ritzau.

(Reportage em Sabina Zawadzki)

Mais conteúdo sobre:
DINAMARCA TIROTEIO VILKS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.