UnB aumenta segurança após ameaça de bomba na web

Universidade funciona normalmente, mas alguns professores decidiram dispensar os alunos

Gheisa Lessa, estadão.com.br

13 Abril 2012 | 14h02

SÃO PAULO - A reitoria da Universidade de Brasília (UnB) acionou as autoridades de segurança pública na madrugada desta sexta-feira, 13, em razão de boatos de ameaças de bomba que circularam, na última quinta-feira, 12, nas redes sociais. Segundo assessoria de imprensa da universidade, as aulas não foram suspensas.

Equipes das polícias Militar, Civil e Federal reforçam a vigilância no campus Darcy Ribeiro e realizaram uma varredura detalhada em toda a área, mas nada foi encontrado.

Segundo a UnB, a universidade funciona normalmente, mas alguns docentes decidiram dispensar os alunos. "Alguns professores estão inseguros, e eles têm autonomia para se recusar a dar a aula", informou a assessoria. As equipes policiais realizam a segurança na instituição.

No mês de março, alunos de Ciências Sociais da UnB também foram alvos de supostas ameaças pelas redes sociais. O curitibano Emerson Eduardo Rodrigues, de 32 anos, e o brasiliense Marcelo Valle Silveira Mello, de 26, foram presos em Curitiba durante operação da Polícia Federal. Eles foram acusados de usar a internet para incitação à violência contra negros, homossexuais, mulheres, judeus e nordestinos. Marcelo viveu na cidade e se formou em Ciência da Computação como um dos alunos mais aplicados da UnB.

Mais conteúdo sobre:
ameaçabombaUnB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.