União gay é reconhecida em MS

Pessoas que mantêm união homoafetiva têm direitos e deveres comuns em Mato Grosso do Sul, a partir de ontem. Segundo decisão da Corregedoria-Geral do Tribunal de Justiça, os cartórios estão obrigados a lavrar Escritura Pública de Declaração de Convivência de União Homoafetiva.

CAMPO GRANDE, O Estado de S.Paulo

10 de junho de 2010 | 00h00

A medida garante aos casais "a união reconhecida como entidade familiar, de forma que o documento possa servir como prova de dependência econômica e para fins de previdência, seguro e instituições financeiras". "É um instrumento para legitimar a relação", diz o juiz auxiliar, Ruy Florence. / JOÃO NAVES DE OLIVEIRA, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.