Universidades estaduais da BA encerram greve

Professores e funcionários das universidades estaduais de Feira de Santana (Uefs) e de Santa Cruz (Uesc), da Bahia, decidiram na tarde de hoje encerrar a greve que durava 70 dias. Os servidores, que reivindicavam reajuste salarial e melhores condições de ensino, aceitaram a proposta do governo de promover a incorporação, aos salários, da gratificação por Condições Especiais de Trabalho (CET).

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

15 Junho 2011 | 17h58

O acréscimo, de 36,06%, retroativo a março, será concedido em quatro parcelas semestrais. As aulas nas instituições devem ser retomadas na próxima segunda-feira. Espera-se que decisão semelhante seja tomada pelos servidores da maior universidade estadual baiana, a Uneb. Eles participam de assembleia, amanhã à tarde, para decidir a questão.

Mais conteúdo sobre:
greve universidade BA educação

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.