USDA eleva em 2 mi t a safra 2009/2010 de soja do Brasil

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) elevou nesta terça-feira sua estimativa da safra 2009/10 de soja do Brasil para um recorde de 65 milhões de toneladas, ante 63 milhões na previsão de dezembro, em meio a condição favoráveis para o desenvolvimento das lavouras.

REUTERS

12 de janeiro de 2010 | 12h30

Na safra anterior, quando a área plantada foi menor e uma seca prejudicou as plantações no Sul, o Brasil produziu 57 milhões de toneladas.

A previsão do USDA está em linha com a do governo do Brasil, que estimou na semana passada a safra 09/10 em 65,1 milhões de toneladas.

Em seu relatório para oferta e demanda mundiais, o USDA manteve inalterada a sua previsão para safra de milho brasileira em 2009/10, em 51 milhões de toneladas, mesmo volume registrado na temporada anterior.

ARGENTINA

A safra da Argentina, terceiro produtor mundial de soja após o Brasil e Estados Unidos, foi estimada em 53 milhões de toneladas, sem alterações na comparação com a previsão anterior. Em 08/09, os argentinos produziram 32 milhões de toneladas da oleaginosa, afetados por uma severa seca.

A produção de trigo da Argentina, principal fornecedor ao Brasil, foi estimada em 8 milhões de toneladas, mesmo volume da estimativa anterior, contra uma produção revisada em 08/09 de 9 milhões de toneladas.

Mais conteúdo sobre:
COMMODSGRAOSBRASILARGEN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.