USDA reduz estimativa de exportação de soja do Brasil

O Departamento de Agricultura dos EUA reduziu nesta quarta-feira suas projeções para as exportações brasileiras de soja na safra 2012/13, acompanhando uma expectativa de queda nas importações chinesas na temporada.

Reuters

10 de abril de 2013 | 16h11

Ao mesmo tempo, a expectativa de vendas externas para a soja dos EUA foi elevada ligeiramente.

O Brasil deverá exportar 36,75 milhões de toneladas, disse o USDA, contra 38,4 milhões no relatório de março. As exportações da Argentina também foram revisadas para baixo, passando para 10,35 milhões de toneladas, ante 10,9 milhões anteriormente.

Por outro lado, as exportações dos EUA ganharam mais terreno, de acordo com o USDA. O órgão previu que os embarques da oleaginosa no país serão de 36,74 milhões de toneladas nesta temporada, contra 36,61 no relatório de março.

Apesar da redução para a exportação do Brasil, segundo o USDA, o país ainda superaria os EUA nos embarques de soja em 12/13.

O USDA reduziu consideravelmente sua projeção de importações de soja pela China, para 61 milhões de toneladas, ante 63 milhões na estimativa do mês passado.

"As importações de soja foram reduzidas em 2 milhões de toneladas para 61 milhões para a China, refletindo importações menores que o esperado na primeira metade do ano comercial", disse o USDA, no relatório.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos também projetou a safra de soja do Brasil da temporada 2012/13 em 83,5 milhões de toneladas, estável ante estimativa de março, mas acima da projeção do mercado de 82,54 milhões de toneladas.

Os estoques globais de soja ao final da temporada foram estimados pelo USDA em 62,2 milhões de toneladas, alta de 2,4 milhões ante o relatório do mês passado, "com ganhos no Brasil e na Argentina mais do que superando menores estoques na China."

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSGRAOSBRASILUSDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.