Usina nuclear compra terrenos vizinhos após contaminação

Uma usina nuclear americana está comprando uma propriedade e negociando indenizações financeiras com 14 outros proprietários, depois que níveis elevados de uma substância radioativa foram descobertos nas proximidades onde, em 1998, houve o rompimento de uma válvula. Níveis elevados de trítio, uma variedade radioativa de hidrogênio, foram descobertos nas águas subterrâneas.Um poço da Usina Elétrica Braidwood , da Exelon Corp., 90 km ao sul de Chicago, apresentou níveis de trítio 11 vezes superiores ao limite máximo fixado em norma federal.Testes em mais de 200 localidades dentro da área da usina e em terras particulares dos arredores não revelaram riscos para a saúde na região, disse um porta-voz da empresa, Graig Nesbit. Ele disse que a companhia decidiu indenizar os proprietários das terras vizinhas porque "não queremos que essas pessoas sofram por algo que fizemos".

Agencia Estado,

25 de janeiro de 2006 | 16h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.