USP cria núcleo de pesquisas sobre mudança climática

Foi lançado ontem na USP o Núcleo de Apoio a Pesquisa em Mudanças Climáticas (Incline, na sigla em inglês). A iniciativa reúne 11 institutos da universidade que têm pesquisas na área e o objetivo de promover a troca de dados e resultados entre eles.

O Estado de S.Paulo

13 Março 2012 | 03h02

O núcleo foi criado com verba de R$ 2 milhões concedidos por edital em 2011. O lançamento ocorreu no Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP (IAG), com a presença de representantes das Faculdades de Saúde Pública, de Economia e Administração, de Engenharia (São Carlos), do Instituto Oceanográfico, do Instituto de Física, entre outros.

"Uns precisam dos outros, essa é a premissa. Nosso período de vida inicial é de cinco anos, mas a ideia é que depois vire um centro de referência e ofereça pós-graduação", afirma Tércio Ambrizzi, diretor do IAG.

"O que importa é estar aberto a outras metodologias", ressaltou Pedro Jacobi, do Programa de Pós Graduação em Ciência Ambiental da USP (Procam).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.